08 março, 2012

Em noite de gala do estreante Ricardinho, Independente derrota o líder Capivariano

Ricardinho marca em sua estreia

Um Independente soberano e com fome de bola. O torcedor galista que não compareceu ontem à noite ao Pradão perdeu uma das mais brilhantes atuações do alvinegro nos últimos anos, como nos bons tempos da Segundona do ano passado.

O técnico Sandro Gomes começou a ganhar o jogo antes de o mesmo começar. O experiente meia Ricardinho, ex-Palmeiras, Paulista e Inter/RS, e o goleador Elton, artilheiro do Resende/RJ, foram inscritos à tempo e puderam estrear. As outras novidades foram Valter na ala-esquerda e Fábio Leite como segundo volante.

O primeiro tempo foi mais estudado, com poucas chances. O Capivariano esteve mais próximo do gol. Aos 6 minutos, Ivan disparou pela meia direita e a bola bateu sem querem em Rudmar, traindo o goleiro Fabiano Heves da jogada e quase entrando no gol vazio.

A resposta galista veio aos 10. Escanteio cobrado por Bruno Morales e Elton cabeceou para o gol. O lateral Denner salvou em cima da linha. Em outra pontada do visitante, Silas ajeitou para Ivan, que da meia-direita, bateu forte, tirando tinta da trave de Fabiano Heves.

A história do jogo começou a ser desenhada aos 42 minutos. Terrão recebeu na área e se livrou de dois marcadores até ser derrubado pelo zagueiro Rafael. Pênalti marcado pelo árbitro Marcos Antônio Gomes Filho. Matheus cobrou mal, facilitando a defesa de Maurício. O novato aproveitou o rebote do goleiro e abriu o placar: Galo 1 a 0.

Após o gol, uma bomba foi solta pela torcida do Capivariano onde estavam os galistas na arquibancada. Revoltados, os torcedores locais começaram a gritar frases de "Freguês voltou" no intervalo, fazendo os visitantes abandonarem os vestiários. As instruções do técnico Abelha foram dentro do campo.

Segundo Tempo

Os times voltaram com as mesmas formações e com o mesmo desempenho. Aos 2 minutos, Fábio Leite soltou um pertado de fora da área e o goleiro do Capivariano fez uma defesa espetacular, em seu ângulo direito.

Aos 6 minutos, novamente Fábio Leite. Ele invadiu a área, escapou de dois marcadores e rolou na medida para o gol de primeira de Ricardinho: Galo 2 x 0. O estreante foi abraçado pelo elenco todo.

O gol deu mais tranquilidade ao Independente, deixando o Capivariano nervoso em campo. Aos 9 minutos, a primeira defesa de Fabiano Heves no chute do perigoso Silas. No lance seguinte, falta dura do zagueiro Rafael em Fábio Leite no meio de campo e cartão vermelho para o defensor do time de Capivari.

Aos 12 minutos, o Galo foi prejudicado pela arbitragem. No chute de Bruno Morales, Maurício soltou e caiu com ela dentro do gol. O árbitro não entendeu dessa forma, mandando o jogo seguir. A bola entrou muito.

Aos 13, Pepito agrediu covardemente o meia Ricardinho como uma cotovelada, também sendo expulso de campo. Três minutos depois foi a vez do técnico Abelha precisar deixar o banco de reservas por reclamar demais do árbitro.

Por incrível que pareça, o Capivariano melhorou com 9 homens em campo. Aos 25, perdeu um gol feito com Rudmar, que escorou, livre na pequena área, por cima do gol, após cruzamento da direita. Já aos 29, cruzamento da esquerda de Pedro Henrique e bola tocou no travessão galista, após Fabiano Heves se confundir com os refletores.

Com a entrada de Baiano, o Galo voltou a atacar e com propriedade. Aos 33, Valter cruzou rasteiro para Terrão, que sozinho, desperdiçou. Aos 37, Baiano saiu livre na cara do gol, mas parou em Maurício. Ele mesmo apanhou o rebote e bateu para o gol. Lucas salvou em cima da linha.

Aos 40, jogada individual e perfeita de Baiano, que deixou dois marcadores na corrida e soltou um chute cruzado na trave do Capivariano. O terceiro gol saiu apenas aos 43 minutos. O zagueiro Brumati, como elemento surpresa, desceu pela esquerda e cruzou na cabeça de Terrão, que mergulhou com estilo, dando números finais a partida: 3 a 0. Foi seu primeiro gol com a camisa do Galo.

Terrão mergulha para marcar o terceiro gol do Galo

Com a vitória, o Galo saltou da 16ª para a 12ª colocação da Série A-3, com 14 pontos, junto com a Inter, que joga hoje. No próximo domingo o alvinegro jogará às 15h, em Osvaldo Cruz, contra o time da casa, que ontem empatou em Franca com a Francana por 2 a 2.

Ficha Técnica

Independente 3 x 0 Capivariano

Gols - Matheus aos 42 minutos do 1º tempo, Ricardinho aos 6 e Terrão aos 43 minutos do 2º tempo (IN)
Local - Pradão
Árbitro - Marcos Antônio Gomes Filho
Auxiliares - João Guilherme Lopes e Clarice Ferreira Lima
Público - 225 pagantes
Renda - R$ 2.235,00
Independente - Fabiano Heves; Bruno Morales, Brumati, Douglas e Valter; Goiano (Ronaldo), Fábio Leite, Ricardinho e Terrão; Matheus (Baiano) e Elton (Chalita). Técnico - Sandro Gomes.
Capivariano - Maurício; Denner, Lucas, Rafael e Pedro Henrique; Paulo Osório, Feijão, Pepito e Ivan (Renan); Silas e Rudmar (Alamir). Técnico - Abelha.
Ocorrências - cartões vermelhos para Rafael e Pepito (CAP) e amarelos para Brumati, Goiano e Terrão (IN).

Matéria - Edmar Ferreira
Fotos - Flaviana Fernandes

Nenhum comentário: