04 janeiro, 2012

Independente realiza testes fisiológicos no Pradão

Entrevista - Preparador Físico - César Mendes by suidedos

Denis Suidedos

Um pouco atrasado em relação aos outros clubes, principalemente no tempo de preparação, o Galo iniciou uma série de avaliações fisiológicas na manhã desta quarta-feira, no estádio Comendador Agostinho Prada. Os testes foram realizados com o comando do Fisiologista Leandro Carvalho - Integrante da Academia Be-One - e com a supervisão do preparador físico do time, César Mendes.

Ao todo, foram avaliados 25 atletas de forma individual, buscando os resultados com o porcentual de gordura. A intenção desta prepração, busca o aperfeiçoamento em cima de dados, tendo a condição de trabalhar cada atleta de uma forma diferente e específica sobre cada jogador. Em entrevista, Mendes descreveu a necessidade dos testes.

"É importante para termos um parâmetro fisiológico de cada atleta, para que possamos ter uma boa pré-temporada tendo em vista que o Campeonato Paulista da Série A-3 é extremamente difícil e competitivo. O importante é estar bem preparado para que não tenhamos problemas durante a competição que é intensa".


Após a realização dos testes individuais, foram formados grupos com 8 jogadores em busca dos resultados de resistência. Enquanto o fisiologista acompanhava o rendimento através de programa computadorizado, o preparador físico incentivava a todos do elenco em busca do melhor resultado. Ao ser perguntado sobre uma primeira avaliação mesmo sem os resultados dos números, Carvalho, que integra a equipe do fisiologista Cláudio Pavaneli, do Flamengo, foi enfático.

"Pelo que vi em termos de porcentual de gordura, o grupo está na média dos outros times que realizamos o estudo. Poucos estão com o nível elevado. Não tenho os números exatos para dizer, mas a grosso modo, o grupo está bem homogênio. Já a parte da resistência, varia muito de acordo com a posição. Temos os laterais que tiveram um resultado melhor nos testes, os meio-campistas que naturalmente tem uma capacidade de respiração melhor e os atacantes que estão dentro de um padrão daquilo que temos visto em outros estudos", afirmou.

Ainda de acordo com o profissional, a sequência do trabalho e das avaliações é de extrema importância para a continuidade do trabalho, tendo em vista que todos serão acompanhados através dos números durante a competição.

O ponto negativo da manhã de ontem, ficou por conta da falta de estrutura que continua pelos do estádio da Vila Esteves. Há praticamente 1 mês sofrendo com a falta de estrutura, a ausência de energia e água atrapalham no dia-a-dia dos trabalhos. O ex-Presidente do Galo e atual presidente do Conselho, Nicola Barbato, não conseguiu efetuar a troca do chuveiro.

"Impossível trocar o chuveiro com a falta de água. Estamos abandonados pelo poder público, falta estrutura e não é de hoje. O campo é patrimônio municipal e é dever das autoridades ao menos efetuar a manutenção. Fico na torcida para que tudo se resolva o mais rápido possível", disse em tom de indignação.

O time treinou normalmente na parte da tarde e continua com os trabalhos técnicos visando a preparação para a Série A-3 que, para o Galo, começa no próximo dia 29 contra a equipe do São Bento em Limeira.

Nenhum comentário: